Lira dos vinte anos (Álvares de Azevedo)

jessica belotto

O post de hoje não ia ser uma resenha, mas como eu já tinha essas fotos, aproveitei para escrever um pouco sobre esse livro. Alguns meses atrás tive que apresentar um trabalho de português sobre o escritor Álvares de Azevedo e para isso tínhamos que falar um pouco de sua vida e suas obras mais famosas. Como já estou acostumada a tirar fotos de livros pro blog, decidi fazer o mesmo com esse, e colocar essas fotos nos slides do trabalho. Gostei tanto do resultado que resolvi colocar aqui também, mas fazer isso em forma de resenha.

jessica belotto

jessica belotto

O livro é dividido em 3 partes ao todo, e em cada uma dessas partes a poesia é expressa de modos distintos.

A primeira parte apresenta um tom mais idealizante e sentimental, em que o eu-lírico se apresenta de uma forma tímida e dilacerada diante do mundo e faz isso com a ajuda de contradições, como vemos no trecho do prefácio: “É uma lira, mas sem cordas, uma primavera, mas sem flores, uma coroa de folhas, mas sem viço”.

Percebemos também na primeira parte, a dificuldade em conciliar o desejo carnal, do sentimento amoroso, situação bem comum à segunda geração romântica brasileira. Com a impossibilidade de realizar seus desejos, o eu-lírico os “esconde” e acaba caindo em um mundo imaginário, onde idealiza virgens e anjos, em um ambiente noturno e sombrio, que acaba dando referência ao desprezo pela vida, e a morte.

jessica belotto

Na segunda parte, o livro envereda a ironia e o sarcasmo, se distanciando do idealismo, para tratar de aspectos mais corriqueiros da espécie humana, como podemos ler no prefácio da segunda parte: “Tem nervos, tem fibra e tem artérias – isto é, antes e depois de ser um ente idealista, é um ente que tem corpo. E, digam o que quiserem, sem esses elementos, que sou o primeiro a reconhecer, muito prosaicos, não há poesia”.

Vemos aqui, o distanciamento da alma triste, da mulher como um anjo sempre puro e da melancolia da vida, para a ironia e o humor, substituindo o espírito, pelo corpo, através da mulher comum, cujo corpo atrai para o pecado, e tudo isso vindo à tona com a ajuda de objetos do cotidiano do poeta, como o charuto e o cigarro e com uma linguagem mais mundana, mas apesar do tom mais “natural”, ainda conseguimos ver o conflito entre o eu e o mundo e também a fuga para a morte, pois ao tentar romper com o místico da primeira parte, o poeta cai em controvérsia com as formas impostas pela estética romântica.

jessica belotto

A terceira parte retoma, de uma forma geral, ao parâmetros da primeira, pois foi acrescentada ao projeto original do autor, tendo sido publicada depois, já que é a única a não trazer um prefácio.

jessica belotto

As poesias são escritas sob o signo das entidades Ariel e Caliban, onde Ariel representa a face do bem, em que estão temas como o amor, a mulher e Deus, descritos com platonicidade e sentimentalismo. Já Caliban representa a face do mal, onde sobressaem temas como sarcasmo, ironia, melancolia, tristeza, e morbidez.

jessica belotto

Lira dos vinte anos é um livro profundo, para quem gosta de poemas ultrarromânticos e por isso deve ser lido com calma, pois vem com uma grande carga emocional. Gostei muito da forma em que foi organizada as informações no livro, com um prefácio que situa o leitor no tempo histórico e estético em que o livro foi escrito. A Biografia do autor apresenta uma ordem cronológica dos acontecimentos que influenciaram a sua produção literária, o que facilita o estudo e compreensão do texto. Há também um roteiro de leitura completo que aborda o foco narrativo, o perfil dos personagens, o tempo e o espaço da ação e traz questões para a interpretação do texto que se assemelham às perguntas dos vestibulares.

jessica belotto

Uma coisa que me incomodou um pouco foi o designer do livro, apesar de estar satisfeita com a letra, a margem e o tom amarelado das folhas, não gostei nem um pouco da capa dessa edição, que achei a mais feia estranha de todas as edições que já foram lançadas do livro.

jessica belotto

jessica belotto

Álvares de Azevedo é considerado o mais significativo representante da segunda fase do romantismo brasileiro, intitulada ultrarromantismo, ou “geração do mal do século”, e Lira dos vinte anos é uma das obras mais famosas do Romantismo melancólico, e é muito pedida em diversos vestibulares.

Editora: Ftd             N° de páginas: 270           Ano de impressão: 1997            Nota: 4/5

 E ai, alguém já leu esse livro? O que acharam?

 facebook ❤ Instagram (pessoal) ❤ Instagram (blog) ❤ Weheartit  ❤ Flickr Snap: jessica_belotto

 Por hoje é só pessoal.

  Beijos e até o próximo post!

Anúncios

5 comentários sobre “Lira dos vinte anos (Álvares de Azevedo)

  1. Jéssica,
    Sua resenha sobre “lira dos 20 anos” ficou muito boa. Espero que você continue lendo muitos livros, e publicando além da resenha seus comentários e análises pessoais, e também de críticos. Muito bom um blog como o seu. Parabéns 🙂

    Curtir

  2. Confesso que tenho um certo trauma por poesias hahahaha desde a escola que tenho dificuldades enormes nas aulas de interpretação de texto e não foi diferente quando fui fazer letras hahahaha entao evito até ler, pq nao me sinto capaz :p

    mas esse livro realmente tem coisas incriveis pra dizer! ❤

    amei seu post e seu blog! obrigada por ter indicado ele pra mim! 🙂

    Curtir

    • Infelizmente também tenho um pouco de medo de ler poesias, mas esse livro conseguiu me prender até o fim! Não acredito que você fez Letras!! É a faculdade que pretendo cursar também 🙂 Obrigada! Fico feliz que gostou do post e do blog e espero que visite ele mais vezes ❤❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s